Buscar
  • Thamyra Thâmara

Ouidah e a árvore do esquecimento

Atualizado: Mai 28

Prenúncios de uma retornada, por Thamyra Thâmara.






Hoje conheci a cidade de Ouidah, conhecida como a região do Vodu no Benin e também o lugar onde se encontra a rota da escravização, por ser um dos principais portos escravagistas do mundo.

Foto 1. Estou em frente ao monumento que representa a árvore do esquecimento. A história oral conta que na época da escravidão, reis africanos culpados por terem assinado a carta que permitia a caça de pessoas escravizadas em seu território (uma escolha pela proteção de seus reinos), ordenavam um ritual de esquecimento antes que eles cruzassem o Oceano Atlântico. O ritual consistia em dar de 7 e 9 voltas (mulheres e homens respectivamente) em torno da árvore do esquecimento. Enquanto davam a volta, eles deviam esquecer sua identidade cultural.

Foto 2. Logo em seguida conheci a árvore do retorno que está ali desde 1727. Nessa outra árvore os escravizados depois de passarem pelo ritual do esquecimento tinham que dar 3 voltas. que simbolizava a esperança de um retorno um dia à terra de origem, e caso sucumbissem, a alma encontraria o caminho de volta pra casa.


Aqui estou!

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo